0

Jogos Cooperativos

37

Somos um só

Objetivos: cooperação, criatividade, sociabilização

Materiais: bolas de diferentes tamanhos

Em trios. Cada equipe terá uma bola e estará deitada no chão. O objetivo é levantar com a bola, sem deixá-la cair, não podendo utilizar as mãos. Após todos estarem em pé, as equipes irão se unir promovendo uma dança das bolas.


Beisebol

Objetivos: atenção, agilidade, comunicação, desenvolvimento de habilidades motoras

Materiais: bola de borracha, bastões e aros

Em duplas. Cada dupla receberá um numero representando a identificação da base. Ao redor do espaço de jogo, distribuem-se arcos que serão as bases. Todos os participantes se posicionarão em duplas nas bases, com exceção de uma dupla que ficará no centro.
A dupla do centro terá um bastão e uma bola. Um irá arremessar a bola e outro rebater. O rebatedor, nesse momento, grita o numero de uma base. Quem estiver na base citada terá que ir buscar a bola e tentar entrar em nova base antes de outra dupla, os outros precisam trocar rapidamente de base. A dupla que ficar sem base dá inicio a uma nova rodada.

Comentário: ao realizar a atividade com pessoas que apresentem dificuldades em relação ao movimento de rebater, sugiro a utilização de uma raquete de madeira ao invés do bastão.
                                                                                                  
tennis

Salve-se com um abraço

Objetivo: integração, agilidade

Materiais: balões

Os alunos devem ficar dispersos pelo espaço destinado à atividade. Um dos participantes, com um balão cheio nas mãos, será o pegador. O pegador deve tentar tocar o peito de alguém com o balão. Se conseguir, deve passar a bexiga e invertem-se os papeis. Para evitar que sejam pegos, os alunos devem abraçar-se, aos pares, encostando o peito no peito do colega, salvando-se mutuamente.
Variações: *ter mais de um pegador ao mesmo tempo;* o abraço pode ser em trios ou em grupos maiores; * o balão pode ser substituído por outros materiais; * o aluno que for pego deve pegar outro balão, fazendo com que aumente gradativamente o número de pegadores

                                                                                                                                      
Danças das cadeiras (sem exclusão de participantes)

Objetivo: atenção, integração, agilidade, ritmo  
                                                                            
Materiais: cadeiras, aparelho de som e músicas previamente selecionadas

As cadeiras ficam dispostas em circulo concêntrico, sendo que cada aluno deve estar sentado em uma cadeira, enquanto um deles deve ficar sem cadeira. Enquanto a música estiver sendo executada, todos devem circular por dentro do circulo. Quando a música parar, cada um deve sentar-se em uma cadeira. Aquele que não conseguir a cadeira deve sentar-se no colo de um colega. A cada repetição, retira-se uma cadeira, até que todos se sentem sobre apenas uma cadeira, ficando um no colo do outro.
Variações: * substituir as cadeiras por arcos, com isso os alunos devem espremer-se no espaço interno do arco; *criar algumas regras  como os alunos sentados no colo  não podem tocar o chão com os pés, ou menino só senta no colo de menina…


Comentários: o professor deve conhecer bem as características do grupo com o qual vai propor a atividade, pois em determinados grupos a atividade não terá êxito quando realizada com a proposta de sentar-se no colo do colega. Já realizei com alunos de 4ª série a atividade utilizando arcos de vários tamanhos e cores para propor situações desafio como: no arco azul não pode ter meninos, ou no arco menor só pode ter um casal, ou não poderá ter arcos vazios… e outros desafios semelhantes, que devem ser elaborados de acordo com os objetivos traçados pelo professor para a aula proposta. Posso dizer com certeza que foi uma aula maravilhosa, pois além de atingir os objetivos traçados, os alunos gostaram muito e eu também. Foi muito divertida! Usem a criatividade e proponham os mais diversos desafios para estimular seus alunos na realização desta atividade. E escolham músicas  com os  mais variados ritmos e legais, que eles gostem também, claro usando o bom senso sempre. Realizem a atividade e depois me contem qual foi o resultado, pois terei muito prazer em trocar experiências!


DNA

Objetivos: cooperação, atenção, comunicação

Materiais: bastões

Todos os participantes deverão estar ligados uns aos outros por meio de bastões. O bastão ficará entre os participantes, com as extremidades tocando em algumas partes do corpo. Os componentes deverão pressioná-lo para não deixá-lo cair. Porém a única parte do corpo que não pode ser tocada pelo bastão é a mão. Cada um deverá ter, no mínimo, duas ligações. Quando todos estiverem interligados, o ministrante deverá propor desafios que o grupo deverá enfrentar sem deixar cair nenhum bastão. Exemplos de desafios: caminhar, abaixar, dançar, pular etc. Obs.: aconselha-se colocar uma proteção nas extremidades dos bastões;

20
Fonte de pesquisa:
Jogos Cooperativos – Jader Denicol Amaral
Carneiro, Simone Cristina Iubel. Jogos I./ Simone C I Carneiro. Curitiba : Expoente, 2003 – Coletânea de Educação Física

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.