0

Tarde Recreativa




children-in-game-251012768750861SrP
Justificativa Para Realização de Uma Tarde Recreativa
Ao reconhecer o aluno como um ser corpóreo - ser que possui gestos, expressões e movimentos que lhe são próprios e que também vive sua corporeidade socialmente - a escola e a Educação Física estarão melhor capacitadas a contribuir para formação integral do aluno, pois propiciarão ao educando a manifestação e a vivência de sua corporeidade.
As brincadeiras, os jogos e os movimentos naturais que ocorrem na recreação oferecem à criança esta manifestação e vivência da corporeidade, além de possibilitarem a ela a oportunidade de desenvolver diversas habilidades motoras. Ao realizar as atividades propostas as crianças terão também momentos para conviver em grupo, aprendendo o valor da disposição em ouvir os seus pares e agir de forma cooperativa, adotando atitudes de respeito.
Diante disso, uma tarde recreativa, é uma atividade preciosa para oportunizar aos educandos o desenvolvimento de suas potencialidades e dar a eles bons momentos de lazer.


Atividades Sugeridas:

th_mini149Dança das cadeiras
th_mini149Acertar o alvo
th_mini149Chute ao gol
th_mini149Amarelinha
th_mini149Jogos de mesa e de tabuleiro (xadrez, trilha, dama, ludo…)
th_mini149Arremesso à cesta
th_mini149Mini vôlei
th_mini149Pular corda
th_mini149Bolinhas de sabão
th_mini149Baú da fantasia



Observações:

*As atividades serão dispostas em estações, sendo que em cada estação haverá uma pessoa responsável por organizar a brincadeira;
*As crianças participarão livremente das atividades, sempre de acordo com a sua vontade;
*Atividades relacionadas a outras áreas do conhecimento poderão ser realizadas, com a devida orientação de profissionais capacitados para tal. Sugere-se, dentre outras, as seguintes atividades: pintura, recorte, colagem, origami, confecção de bijuterias simples, sala de leitura ou contação de histórias, informática, cineminha, etc.


Referência Bibliográfica:

FREIRE, João Batista . Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 1997












0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.